Pular para o conteúdo
origens energéticas doenças

Origens Energéticas do nosso Adoecimento

Nossa saúde depende em grande parte de como estavam (energeticamente) nossos pais no momento da nossa concepção. Pais com idade avançada geralmente tem deficiência em vários órgãos e isto vai ser transmitido ao filho.

emoções e doenças
emoções e doenças

A saúde que herdamos de nossos pais

Pais que fazem uso de drogas legais ou não também tem mais chances de gerar filhos com algum tipo de desequilíbrio energético. Nossos pais são responsáveis por nossa energia pré-natal, aquela que não é reposta. Depois do nascimento até a adolescência temos alguns fatores que agem exclusivamente neste período.

O papel da amamentação

A amamentação é muito importante, pois ajuda a fortalecer a energia do baço-pâncreas-estômago, o que pode evitar vários transtornos alimentares, entre eles a obesidade. As emoções afetam direta ou indiretamente as crianças, embora de forma menos intensa que nos adultos, pois as crianças tendem a reprimir menos suas emoções.

Pais autoritários

De uma forma indireta o comportamento dos pais pode provocar sintomas nos filhos. Um exemplo muito comum são as crianças maiores que tem enurese noturna (urinam na cama). Geralmente por trás, existem pais autoritários, que deixam estas crianças medrosas, inseguras e/ou ansiosas, e estas emoções vão lesar a energia do rim. Como é a energia do rim quem controla os esfíncteres, vamos ter a perda de urina. Crianças que vivem sob tensão constante costumam apresentar quadros de dor cabeça, está tensão geralmente vem do ambiente familiar.

Qual atividade física é mais indicada para as crianças

Outro fator neste período são os esportes. Aqui vamos ter dois aspectos a considerar, o tipo e a intensidade.

De uma forma geral crianças mais tímidas, quietas, friorentas, devem buscar esportes fora da água, para se aquecerem e transpirarem bastante.

Já crianças mais inquietas, calorentas devem fazer atividade física na água. Por fim com a excessiva liberalização dos costumes a atividade sexual tem se tornado cada vez mais precoce.

Atividade sexual excessiva lesa o qi do rim

A atividade sexual precoce e excessiva acaba por consumir muito a essência vital principalmente dos homens, geralmente isto vai repercutir anos mais tarde como quadros de impotência ou ejaculação precoce.

Fatores de desequilíbrio

Existem alguns fatores que nos levam a diferentes graus de desequilíbrio, grosso modo podemos classificá-los em externos, internos e nem externos nem internos.

Dentre os fatores externos temos o clima, as radiações, e outros como ambiente de trabalho, atividade profissional, atividade física, atividade sexual, entre outros.

Como fatores internos temos as emoções, os pensamentos e os estados mentais.

Como fatores nem externos nem internos podemos colocar a alimentação e a respiração.

Quais fatores podemos controlar?

Desta lista resumida podemos observar que sobre alguns fatores temos controle quase que total e em relação a outros não temos praticamente nenhum.

Por exemplo, sobre o clima nosso controle é nulo.

Sobre as emoções é quase nulo.

Mas sobre a alimentação pode ser total.

As emoções atuam sobre nós 24 horas por dia

Destes fatores os que nos lesam de forma mais constante são as emoções, porque além de não as controlarmos, elas nos lesam durante as 24 h do dia.

Mas com certeza nós não somos afetados de maneira uniforme pelos vários fatores de desequilíbrio.

Isto podemos observar quando um determinado tipo de comida, não deteriorada, faz mal para uma pessoa e não a outras.

Mas o que determina está variabilidade? A resposta é a nossa constituição, que basicamente vai ser determinada por nossa carga genética em combinação com dos fatores citados acima.

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar” 

 

Mudança Hábito Alimentar
Mudança Hábito Alimentar

Dr. Fabio Pisani

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

Site: www.fabiopisani.med.br

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2017
Leia Mais
dieta emagrecimento

Acupuntura e emagrecimento, saiba como ela pode reduzir o apetite

A Acupuntura no emagrecimento é muito útil, pois pode ajudar a reduzir a ansiedade, o apetite e até a compulsão por doces, pois equilibra um sistema chamado de Baço-pâncreas pelos chineses.

acupuntura e emagrecimento
acupuntura e emagrecimento

O baço-pâncreas, o transformador dos alimentos

Para a antiga Medicina Tradicional Chinesa (MTC), o baço-pâncreas era considerado o “transformador dos alimentos”. Para os chineses daquela época transformar os alimentos, seria equivalente ao nosso processo de digestão dos alimentos.

Na realidade o baço e pâncreas, como sabemos hoje em dia, são estruturas distintas, mas que energeticamente executam a mesma função, juntamente com o estômago, que completa a relação órgão – víscera.

Estruturas “regidas” pelo baço-pâncreas

As estruturas regidas são: todo o sistema linfático, inclusive amígdalas, em parceria com o pulmão, o tecido conjuntivo, o timo, os músculos e a boca.

Excesso de preocupação lesa o baço-pâncreas

Do ponto de vista emocional, o que afeta a energia do baço-pâncreas são as preocupações, as ideias fixas, as obsessões, tudo o que usar demais o pensamento e a reflexão. A diminuição da memória também pode ocorrer nas patologias associadas ao baço-pâncreas. Isto a nível prático podemos ver nas doenças mais comumente associadas ao baço-pâncreas que são o diabete e a obesidade. Então, aí vão dois conselhos: não se preocupe em demasia. Preocupar-se (ocupar-se antes), em excesso, geralmente faz com que atuemos pouco, além de lesar o baço-pâncreas. Evite o excesso de atividade intelectual, sem pausas para lazer que, além de lesar o baço-pâncreas, faz diminuir o rendimento, aumenta a vontade de comer doces, e faz crescer a barriga. E pior ainda, em alguns casos, tudo isto de uma só vez.

Então… preocupe-se menos

Recomendações: preocupar-se só o necessário, e durante o menor tempo possível. Quando estiver estudando continuamente, programar-se para fazer pausas regulares para lazer, ou simplesmente fazer nada, sem sentimento de culpa, com certeza seu rendimento vai ser bem melhor.

Digestão, transporte e armazenamento dos alimentos

Energeticamente o baço-pâncreas é responsável pela captação da parte yin da nossa energia que vem dos alimentos. Suas funções estão ligadas à digestão, transporte e armazenamento. Neste processo ocorre a separação do puro do impuro. O que for puro vai ser encaminhado ao rim para se juntar à parte yang que veio do pulmão, e formar a nossa energia vital adquirida. Quando este processo é perturbado de alguma maneira surgem as doenças ligadas ao excesso de armazenamento, que são as obesidades em suas formas ou as ligadas à má absorção, que são os quadros de desnutrição, as anemias e a anorexia. Em suma, um baço-pâncreas em desarmonia pode levar tanto a um quadro de obesidade quanto a um quadro de magreza exagerada.

Sabe aquela sensação corpo pesado

Um dos primeiros sinais de que o baço-pâncreas não está bem é a sensação de peso no corpo (nas pernas principalmente), de moleza e sonolência. Isto basicamente deve-se ao excesso de umidade que se acumula no organismo, umidade esta que pode ser também de origem climática. Isto acontece quando chove muito ou quando vamos para lugares muito úmidos. A causa pode ser também de origem alimentar, quando comemos muitos doces, verduras cruas ou frutas por tempo prolongado ou quando simplesmente comemos demais.

Doenças da boca

As patologias que ocorrem na boca são em parte associadas ao baço-pâncreas, como as gengivites, em parceria com o estômago e as aftas. Na realidade, a boca é a abertura externa do baço-pâncreas, assim como o nariz é a do pulmão.

É o baço-pâncreas que mantém tudo lugar em nosso corpo

Energeticamente o baço-pâncreas faz a energia subir enquanto o estômago a faz descer. Ele também mantém tudo em seu devido lugar. Por isso as quedas de útero, de bexiga, as papadas caídas, a “barriga em avental“, os seios caídos são ocasionados pela diminuição da energia do baço-pâncreas. Quem mantém o sangue dentro dos vasos também é o baço-pâncreas, quando isto não ocorre, vamos teremos hematúria, hemorragias uterinas e os hematomas espontâneos.

Náuseas, vômitos e diarreia

Quando temos náuseas ou vômitos é sinal de que o estômago não está mandando a energia para baixo, e por isso as coisas tendem a subir e então podem surgir os vômitos. Com o baço-pâncreas já acontece o oposto, se ele não executa suas funções ascendentes, as coisas não ficam no lugar e tendem a descer, surgem as diarreias.

Umidade excessiva prejudica o baço-pâncreas

Quando o baço-pâncreas está desequilibrado, os sintomas vão estar quase sempre ligados à presença de umidade, seja ela do ambiente externo, ou provocada pela alimentação inadequada. Mas a correção deste desequilíbrio sempre passa pela alimentação, porque a principal função do baço-pâncreas está ligada à assimilação dos alimentos.

Desejo de doces 

Com relação ao sabor, quando o baço-pâncreas está desgastado surge o desejo de coisas de sabor doce que, para ser benéfico, deverá ser satisfeito, mas com moderação. Na verdade, a nossa alimentação do dia a dia deve ter um pouco de cada sabor (azedo, amargo, doce, picante e salgado), porque aí vamos estar tonificando todos os órgãos.

 

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar”.

acupuntura equilíbrio
acupuntura equilíbrio

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

 

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

 

 

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2017
Leia Mais
acupuntura equilíbrio emocional

Acupuntura, conheça algumas doenças que podem ser tratadas por ela

A Acupuntura existe a cerca de 4000 anos e é praticada nos países orientas a séculos. Começou a ser mais conhecida no ocidente a menos de 50 anos. No Brasil foi reconhecida como especialidade médica em 1995.

acupuntura
acupuntura

Energia Vital

A Medicina Tradicional Chinesa, bem como todas as medicinas milenares, parte do pressuposto que nosso corpo é sustentado por um tipo de energia que é gerada a partir da nossa respiração e da alimentação. Esta energia recebe vários nomes dependendo da região do planeta: Chi, Ki, Prana, Lung ou Energia Vital por exemplo.

Meridianos 

Esta energia circula por uma rede de canais invisíveis chamados meridianos.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa nós podemos adoecer quando esta energia está diminuída, aumentada ou bloqueada, e o papel da Acupuntura é regular o fluxo desta energia.

Os meridianos possuem locais específicos onde esta energia pode ser regulada, são os chamados acupontos ou pontos de Acupuntura, que são os locais onde as agulhas são inseridas para tratar os desequilíbrios.

As agulhas são muito finas, de espessura semelhante à de um fio de cabelo. De uma forma geral a inserção das agulhas, quando feita de forma adequada, não costuma produzir nenhuma dor significativa.

Medicina Tradicional Chinesa

Fazem parte da Medicina Tradicional Chinesa além da Acupuntura, a dietoterapia, a fitoterapia (ervas), as massagens (Tui Na) e os exercícios (Tai Chi Chuan, Qi Gong, Lian Gong).

Para se fazer o diagnóstico na MTC, além das queixas de cada pessoa, são analisados também o pulso e a língua, recursos diagnósticos excelentes deixados de lado pela medicina ocidental.

A Acupuntura pode ser utilizada tanto para reequilíbrio da saúde quanto para promoção da saúde.

As sessões 

O número de sessões depende do objetivo do tratamento. Se buscamos o equilíbrio geral e a prevenção de doenças, o tratamento por longos períodos é o indicado. No caso de dores agudas e de curta duração, de uma forma são necessárias poucas sessões com curtos intervalos entre elas. Para processos mais crônicos rotineiramente se recomenda entre 12 e 15 sessões feitas com frequência semanal. Estes dados servem apenas como uma referência, pois cada paciente tem suas necessidades.

Conheça abaixo alguns desequilíbrios que podem ser tratados com a Acupuntura

Enxaqueca: A enxaqueca é de difícil tratamento na medicina convencional. No entendimento da Acupuntura, ela ocorre basicamente por bloqueios da circulação da energia nos meridianos do fígado e/ou da vesícula biliar. A Acupuntura pode ajudar desbloqueando estes meridianos, aliviando a dor, espaçando as crises e em alguns casos inibindo as crises de forma duradoura.

TPM: Na Acupuntura os sintomas de TPM, são basicamente devidos ao bloqueio da energia no meridiano do fígado. A Acupuntura pode ajudar removendo este bloqueio e equilibrando os aspectos emocionais.

Lombalgia: Pode ter várias causas, mas as principais são a deficiência da energia no meridiano do rim e bloqueio da energia no meridiano da bexiga. A Acupuntura pode ser útil tanto tonificando a energia do rim quanto desbloqueando o meridiano da bexiga.

Stress: O stress está associado principalmente à deficiência de energia do rim, bem como um bloqueio da energia do fígado. A Acupuntura pode agir tanto fortalecendo a energia do rim como desbloqueando a energia do fígado.

Insônia: Na Acupuntura, a insônia pode estar basicamente associada à preocupação, ansiedade ou stress. O tratamento visa reequilibrar os meridianos do fígado, rim, coração e pâncreas, que são os afetados por estas emoções.

Menopausa: Os sintomas da menopausa estão ligados a desarmonias dos meridianos do fígado e do rim. A Acupuntura pode ajudar reduzindo os calores, a irritabilidade, a depressão, a diminuição da libido, a insônia, entre outros sintomas.

Depressão: A depressão segundo a Acupuntura esta principalmente associada ao bloqueio do meridiano fígado principalmente, mas outros meridianos como o do pulmão, rim, coração também podem estar afetados. O desbloqueio destes meridianos produzirá alivio da depressão, em casos mais leves sem o uso de medicações.

Ansiedade: A ansiedade na visão da Acupuntura, está ligada ao meridiano do coração. O tratamento costuma reduzir significativamente os sintomas de ansiedade.

Rinite: A rinite na Medicina Tradicional Chinesa ocorre pela penetração de frio externo e por deficiência do meridiano do pulmão. Outro sistema frequentemente afetado é o fígado, que tem dificuldade para eliminar toxinas. A Acupuntura, bem como a fitoterapia costumam produzir bons resultados.

Obesidade: O tratamento da obesidade deve ser sempre multifatorial. Ajuda a controlar a ansiedade e a compulsão alimentar, e também ajudar a regularizar retenção de líquidos e a função intestinal. A Acupuntura, quando associada à fitoterapia, à mudança de habito alimentar e à atividade física costuma apresentar bons resultados.

 

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2016
Leia Mais
acupuntura emoções

Acupuntura e emoções, saiba como o fígado equilibra suas emoções

A Acupuntura pode equilibrar suas emoções, sem uso de medicação. Ela faz isso tratando pontos ligados ao fígado que ficam sobre a pele.

acupuntura emoções
acupuntura emoções

Saiba como o fígado controla suas emoções

Para a medicina ocidental o fígado é órgão que rege todo o nosso metabolismo. O que poucos sabem, é que para a MTC (Medicina Tradicional Chinesa), o papel mais importante do fígado e controlar nossas emoções.

Yin e Yang

Segundo a MTC (Medicina Tradicional Chinesa), o fígado, assim como todos os outros órgãos, tem uma função yin e outra yang. As funções yin estão ligadas aos processos bioquímicos e metabólicos como a metabolização e excreção de toxinas pelo nosso corpo.

Mais do que um órgão apenas

O conceito de órgão na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é bem mais abrangente do que o usamos aqui no ocidente, vou exemplificar para ficar bem claro este conceito.

Quando falamos do fígado, do ponto de vista energético estamos falando do fígado propriamente, da vesícula biliar, dos olhos, dos ombros, dos joelhos, dos tendões, das unhas, dos seios e todo o aparelho reprodutor feminino (ovários, trompas, útero e vagina). Por esse motivo, na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim o é para o homem.

Chi, Qi, Ki são sinônimos de energia vital

A energia do fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo e também por limpar no sangue de todas as toxinas externas e as geradas por nosso próprio metabolismo. Mas a ação mais importante do fígado na Acupuntura, é sem dúvida sobre o equilíbrio emocional, principalmente nas mulheres, pois o fígado é um órgão chave para as mulheres, assim como o rim o é para os homens.

O grande aplainador das emoções

O fígado na MTC é chamado de “o aplainador das emoções”, pois quando em equilíbrio, durante as 24 horas do dia ele age modulando nossas emoções, para que não soframos com grandes oscilações emocionais.

Todas as emoções boas ou não, passam pelo fígado, que funciona como um anteparo, que modula e deixa fluir todas as emoções que nos afetam durante o nosso dia.

Sinais e sintomas de bloqueio da nossa energia vital

Acupuntura nos diz que a repressão das emoções provoca um bloqueio da nossa energia.

Este bloqueio da nossa energia vital pode se manifestar de várias formas, dependendo da sua localização.

Podemos ter insônia, enxaqueca, aperto no peito, hipertensão, gastrite, cálculos biliares, esteatose hepática, hepatites, tensão pré-menstrual, miomas, cistos de ovário, endometriose, cistite, dor nos joelhos e/ou ombros, olhos secos, conjuntivite, desmaios, convulsões, tonturas, labirintite, zumbido no ouvido, hipertensão arterial, esta lista de sintomas é muito maior.

Como as emoções nos fazem adoecer

Para a Acupuntura, os adoecimentos de forma geral podem ser de 3 tipos: por falta, por excesso ou por bloqueio da energia.

As emoções que lesam mais especificamente o fígado, por exemplo, podem em um quadro de excesso de energia causar irritação constante e raiva (episódios de perda de controle e explosões de raiva).

Já uma situação de falta de energia pode gerar frustração e depressão por exemplo.

Emoções e sentimentos são diferentes

Cabe aqui fazermos uma distinção entre sentimento e emoção. Os sentimentos geralmente fortalecem os órgãos e servem como mecanismos de defesa para o nosso organismo. Por exemplo, uma sensação de apreensão é diferente do medo intenso. A primeira nos coloca num estado de alerta diante de uma certa situação, sem nos limitar em nada, nos protegendo dos perigos. O medo por sua vez nos limita e nos paralisa. A mesma coisa em relação a uma certa irritação que nos leva a reagir quando somos atacados ou nos sentimos lesados, que é diferente de uma explosão de raiva que tem um grau mais intenso. O importante é entender que todos os sentimentos atuam bem no organismo, tudo depende da intensidade e duração. Da mesma forma que o sal, o orégano e a pimenta são temperos usados na alimentação, os sentimentos são o tempero da nossa existência. A qualidade de nossa vida dependerá da quantidade e da forma com que serão usados.

Sistema reprodutor feminino

Como já foi dito, o fígado rege todo o sistema reprodutor feminino, e é responsável por alterações no seu funcionamento que vão desde alterações no ciclo menstrual, os cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos vaginais, prurido vaginal, diminuição da libido e frigidez.

Ombros, joelhos e tendões

O fígado rege as articulações do ombro e joelhos e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites e as dores nos joelhos sem causa aparente, são sinais de comprometimento da energia do fígado. As tendinites e os estiramentos musculares frequentes também estão neste grupo.

Olhos são abertura externa do fígado

Os olhos são a manifestação externa do fígado, e suas patologias também vão nos indicar algumas alterações no fígado, as mais comuns são as conjuntivites, olhos secos, olhos vermelhos, porém sem inflamação ou infecção, terçóis, pontos brilhantes que aparecem no campo visual entre outros.

Unhas fracas e descamantes

As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado. Unhas fracas ou que descamam ou a presença de micose nas unhas vão nos sugerir algum comprometimento na estrutura yin do fígado, ou um desequilíbrio prolongado da energia do fígado.

Sistema Nervoso

Para concluir, o fígado rege o funcionamento do sistema nervoso central. Alterações como, enxaqueca, cefaleias, convulsões, epilepsia, desmaios, doenças neurodegenerativas como o Parkinson, Alzheimer, Esclerose Múltipla, entre outras.

Lágrimas são bem-vindas

As lágrimas com sabemos, não são produzidas pelo fígado, mas segundo a Acupuntura, elas ajudam a equilibrar o fígado energeticamente. Por isso é importante não reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente. Mas, pode acreditar, conter o choro constantemente faz mal à sua saúde.

A Vesícula Biliar

Na MTC, todo órgão está acoplado a uma víscera que, no caso do fígado, é a vesícula biliar.

Resumidamente, a vesícula atua mantendo o nosso equilíbrio postural. Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela.

A vesícula biliar rege a articulação têmporo-mandibular (ATM). Todas as tensões que ficaram retidas no fígado podem descarregar nesta região e produzir um quadro de ranger os dentes (bruxismo), que se manifesta mais frequentemente durante o sono.

Ao nível emocional a vesícula biliar comanda o nosso processo de decisão. Seus desequilíbrios vão se apresentar na forma de indecisões ou mesmo desorientações, perda de rumo.

Vamos cuidar do nosso fígado

A medicina ocidental olha para o fígado apenas quando ele apresenta alguma doença como hepatite, esteatose ou cirrose. Mas podemos fazer muita coisa para equilibrar no fígado, e assim curarmos ou evitarmos um grande número de desequilíbrios.

Dentro da MTC temos a Acupuntura e a Fitoterapia Chinesa, que se complementam. Enquanto os fitoterápicos tratam o órgão fígado, a Acupuntura cuida dos meridianos do fígado. Cuidar bem do fígado significa manter nosso maior filtro sempre limpo, e com isso evitando muitas doenças.

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar”.

Livro Mudança de Hábito Alimentar
Livro Mudança de Hábito Alimentar

 

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

 

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

 

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2016
Leia Mais
acupuntura depressão

A Acupuntura e depressão, entenda como ela pode tratar seus sintomas

Quem já passou por uma depressão, sabe que os tratamentos convencionais ajudam, mas costumam ter vários efeitos indesejáveis. A acupuntura pode tratar de forma bastante eficaz, as depressões leves e moderadas, sem efeitos colaterais.

acupuntura depressão
acupuntura depressão

Sintomas de depressão

Nos dias de hoje o número de pessoas que se queixam de sintomas de depressão é muito grande. Abaixo vou listar alguns dos sinais e sintomas presentes nos vários tipos de depressão.

  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia
  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis
  • Desinteresse, falta de motivação e apatia
  • Falta de vontade e indecisão
  • Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio
  • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
  • A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio
  • Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom “cinzento” para si, os outros e o seu mundo
  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento
  • Diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual) e da libido
  • Perda ou aumento do apetite e do peso
  • Insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo)

A presença de um ou outro destes sintomas não significa que a pessoa tem depressão, mas quanto mais sinais e sintomas estiverem presentes, maior é a chance de se estar deprimido.

Causas de depressão

A depressão tem várias causas vou citar algumas apenas: stress intenso e/ou prolongado, mortes, separações, perda de emprego, dívidas, pós-parto, falta de exposição ao sol, genética entre outras causas.

 Aspectos hormonais e bioquímicos

Sabemos também que algumas glândulas também estão envolvidas na depressão, como a tireoide, a adrenais e o hipotálamo.

Ao nível bioquímico observamos diminuição de neurotransmissores como a serotonina, dopamina e noradrenalina.

Tratamentos naturais

Os tratamentos alopáticos são importantes e ajudam muito nas depressões, mas também existem muitos tratamentos naturais que podem ser usados em conjunto ou no lugar do tratamento convencional, dependendo de cada caso.

Dentre os tratamentos naturais podemos citar a homeopatia, a fitoterapia, a reposição de nutrientes como (triptofano, vitamina B2 e B6, tirosina e a fenilalanina que ajudam a regularizar os neurotransmissores e a acupuntura.

Acupuntura e os tipos de depressão

Na acupuntura a classificação das depressões é feita de acordo com o meridiano envolvido na depressão.

Quando meridiano afetado é o do fígado, a depressão está associada à raiva, mágoas e frustrações.

Se for o meridiano do pulmão o sentimento de tristeza profunda.

Se o meridiano afetado for o do rim o medo, a insegurança, a indecisão e a baixa autoestima estão presentes.

Quando o meridiano do baço-pâncreas está desequilibrado, as preocupações e os pensamentos fixos estão na raiz deste tipo de depressão.

Por fim, quando a ansiedade, a inquietação e agitação constantes levam à a depressão, o meridiano envolvido é o do coração.

O tratamento em si é feito com a inserção de agulhas em pontos específicos do corpo dependendo dos meridianos mais desequilibrados.

São feitas sessões semanais que variam de acordo com cada caso.

 

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar”.

acupuntura depressão
acupuntura depressão

 

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

 

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

 

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2016
Leia Mais
acupuntura equilíbrio emocional

Acupuntura e equilíbrio emocional, entenda porque o fígado é o culpado

Acupuntura e o Equilíbrio das emoções

Todos sabemos que emoções são difíceis de se controlar. Em pessoas muito explosivas, agressivas, com muita instabilidade emocional, para a acupuntura, o fígado não consegue estabilizar as emoções.

Nossos órgãos têm funções yin e yang

Segundo a MTC (Medicina Tradicional Chinesa), o fígado, assim como todos os outros órgãos, tem uma função yin e outra yang. As funções yin estão ligadas aos processos bioquímicos e metabólicos como a metabolização e excreção de toxinas pelo nosso corpo.

O conceito de órgão na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é bem mais abrangente do que o usamos aqui no ocidente, vou exemplificar para ficar bem claro este conceito.

Estruturas associadas ao fígado

Quando falamos do fígado, do ponto de vista energético estamos falando do fígado propriamente, da vesícula biliar, dos olhos, dos ombros, dos joelhos, dos tendões, das unhas, dos seios e todo o aparelho reprodutor feminino (ovários, trompas, útero e vagina). Por esse motivo, na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim o é para o homem.

acupuntura equilíbrio
acupuntura equilíbrio emocional

O fígado e as mulheres

A energia do fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo e também por limpar no sangue de todas as toxinas externas e as geradas por nosso próprio metabolismo. Mas a ação mais importante do fígado na Acupuntura, é sem dúvida sobre o equilíbrio emocional, principalmente nas mulheres, pois o fígado é um órgão chave para as mulheres, assim como o rim o é para os homens.

Fígado, o estabilizador de emoções

O fígado na MTC é chamado de “o aplainador das emoções”, pois quando em equilíbrio, durante as 24 horas do dia ele age modulando nossas emoções, para que não soframos com grandes oscilações emocionais.

Todas as emoções boas ou não, passam pelo fígado, que funciona como um anteparo, que modula e deixa fluir todas as emoções que nos afetam durante o nosso dia.

A repressão das emoções provoca um bloqueio da nossa energia.

Este bloqueio da nossa energia vital pode se manifestar de várias formas, dependendo da sua localização.

Sintomas de bloqueio da energia do fígado

Podemos ter insônia, enxaqueca, aperto no peito, hipertensão, gastrite, cálculos biliares, esteatose hepática, hepatites, TPM, miomas, cistos de ovário, endometriose, cistite, dor nos joelhos e/ou ombros, olhos secos, conjuntivite, desmaios, convulsões, tonturas, labirintite, zumbido no ouvido, hipertensão arterial, esta lista de sintomas é muito maior.

3 tipos de desequilíbrios da energia

Para a Acupuntura, os adoecimentos de forma geral podem ser de 3 tipos: por falta, por excesso ou por bloqueio da energia.

As emoções que lesam mais especificamente o fígado, por exemplo, podem em um quadro de excesso de energia causar irritação constante e raiva (episódios de perda de controle e explosões de raiva).

Já uma situação de falta de energia pode gerar frustração e depressão por exemplo.

Sentimentos são diferentes das emoções

É importante entendermos que todos os sentimentos e emoções são benéficos para nós, mas todos dependem da intensidade e duração. Da mesma forma que o sal, o orégano e a pimenta são temperos usados na alimentação, os sentimentos e emoções são os temperos da nossa vida. A qualidade de nossa vida dependerá da quantidade e da forma com que serão usados.

As lágrimas com sabemos, não são produzidas pelo fígado, mas segundo a Acupuntura, elas ajudam a equilibrar o fígado energeticamente. Por isso é importante não reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente. Mas, pode acreditar, conter o choro constantemente faz mal à sua saúde.

Sistema reprodutor feminino

Como já foi dito, o fígado rege todo o sistema reprodutor feminino, e é responsável por alterações no seu funcionamento que vão desde alterações no ciclo menstrual, os cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos vaginais, prurido vaginal, diminuição da libido, frigidez e falta de orgasmo.

Articulações e tendões

O fígado rege as articulações do ombro e joelhos e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites e as dores nos joelhos sem causa aparente, são sinais de comprometimento da energia do fígado. As tendinites e os estiramentos musculares frequentes também estão neste grupo.

O fígado se “abre” nos olhos

Os olhos são a manifestação externa do fígado, e suas patologias também vão nos indicar algumas alterações no fígado, as mais comuns são as conjuntivites, olhos secos, olhos vermelhos, porém sem inflamação ou infecção, terçóis, pontos brilhantes que aparecem no campo visual entre outros.

Unhas frascas e micoses indicam problemas no fígado

As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado. Unhas fracas ou que descamam ou a presença de micose nas unhas vão nos sugerir algum comprometimento na estrutura yin do fígado, ou um desequilíbrio prolongado da energia do fígado.

Doenças do sistema nervoso

Para concluir, o fígado rege o funcionamento do sistema nervoso central. Alterações como, enxaqueca, cefaleias, convulsões, epilepsia, desmaios, doenças neurodegenerativas como o Parkinson, Alzheimer, Esclerose Múltipla, entre outras.

A vesícula biliar

Na MTC, todo órgão está acoplado a uma víscera que, no caso do fígado, é a vesícula biliar.

mudança-de-habito-alimentar

Resumidamente, a vesícula atua mantendo o nosso equilíbrio postural. Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela.

ATM

A vesícula biliar rege a articulação têmporo-mandibular (ATM). Todas as tensões que ficaram retidas no fígado podem descarregar nesta região e produzir um quadro de ranger os dentes (bruxismo), que se manifesta mais frequentemente durante o sono.

A indecisão tem a ver com a vesícula biliar

Ao nível emocional a vesícula biliar comanda o nosso processo de decisão. Seus desequilíbrios vão se apresentar na forma de indecisões ou mesmo desorientações, perda de rumo.

A medicina ocidental olha para o fígado apenas quando ele apresenta alguma doença como hepatite, esteatose ou algum nódulo. Mas podemos fazer muita coisa para equilibrar no fígado, e assim curarmos ou evitarmos um grande número de desequilíbrios.

Dentro da MTC temos a Acupuntura e a Fitoterapia Chinesa, que se complementam. Enquanto os fitoterápicos tratam o órgão fígado, a Acupuntura cuida dos meridianos do fígado. Cuidar bem do fígado significa manter nosso maior filtro sempre limpo, e com isso evitando muitas doenças.

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar”.

acupuntura equilíbrio
acupuntura equilíbrio

 

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

 

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

 

 

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2016
Leia Mais
fadiga adrenal

Acupuntura e insônia, veja como ela acalma a mente e relaxa

A acupuntura acalma a mente, por isso pode ser muito útil para quem, mesmo quando muito cansado, não consegue relaxar e pegar no sono.

acupuntura e insônia
acupuntura e insônia

O coração, a sede da mente

Os chineses antigos imaginavam que a sede da nossa mente era o coração. À primeira vista isso pode parecer fantasioso, mas estudos recentes, tem mostrado que o coração pode sim ter um tipo de mente própria!

O coração, do ponto de vista energético, está associado aos processos de consciência da mente.

Quando há alteração da energia do coração podemos ter tanto um processo de embotamento quanto um quadro de hiperatividade.

Alegria demais pode lesar a energia do coração

As emoções mais frequentemente associadas ao coração são a alegria (euforia) e a ansiedade. Parece estranho que a alegria possa provocar alterações para pior no nosso organismo. Mas, alegria em excesso dissipa a energia do coração. Podemos perceber isto como uma certa moleza que aparece quando rimos muito, por exemplo, quando vamos a algum show de humor.

Estruturas ligadas ao coração

As estruturas ligadas ao coração são os vasos, a língua e a hipófise.

Sistema vascular

As alterações dos vasos ligadas ao coração vão desde as varizes até os acidentes vasculares. Aqueles microvasos que aparecem nas pernas das mulheres estão mais ligados energeticamente ao fígado.

O coração está na cara

A energia do coração determina a expressão do rosto, a coloração, o brilho, isto é, a energia do coração vai dizer como estamos de uma forma mais global.

A cor associada ao coração é o vermelho, que podemos ver principalmente no rosto das pessoas muito ansiosas.

Você tem insônia?

O coração está envolvido em um tipo de insônia, que é aquela em que a pessoa deita e não consegue dormir por causa do fluxo contínuo dos pensamentos, isto é, existe muita agitação mental. Temos outro tipo de insônia em que a pessoa não consegue ficar deitada, tem que levantar, ler, ver televisão ou comer alguma coisa. Neste caso há uma agitação motora e a pessoa não consegue ficar na cama, este tipo está relacionado com o fígado em desarmonia.

Sonhos vívidos

Outra manifestação que podemos observar, quando o coração não está harmonizado é o excesso de sonhos e os sonhos vívidos.

 

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar”.

acupuntura equilíbrio
acupuntura equilíbrio

 

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

 

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

 

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2016
Leia Mais
acupuntura imunidade

Depressão e Acupuntura, saiba o pulmão e a tristeza estão envolvidos

depressão acupuntura
depressão acupuntura

Para a Acupuntura, a nossa imunidade depende de uma energia que circula a poucos centímetros da nossa pele chamada de wei qi, energia esta que está ligada ao pulmão e à tristeza também.

Respiração e energia vital

O pulmão é o responsável pela captação da parte yang da energia vital que chega através da respiração, e os distúrbios desta função vão repercutir no pulmão e no rim, que é onde vai ser recebida e agregada com a parte yin da energia que entra pelo estômago com a alimentação.

Acupuntura e imunidade

Outra função importante do pulmão é em relação à defesa do organismo. Esta defesa é diferente da imunidade humoral, que está ligada às células brancas do sangue (neutrófilos e linfócitos). Esta defesa é feita por uma energia que chamamos de wei qi, que é gerada pelo pulmão. Esta energia circula na superfície do corpo, e dá o primeiro combate aos ataques externos, sejam eles virais, bacterianos ou climáticos (vento, frio, umidade).

Estruturas ligadas ao pulmão

Energeticamente o pulmão rege várias estruturas, a saber: a garganta e suas estruturas (amígdalas, tireoide), nariz, seios da face, a pele e os pelos e o intestino grosso.

Tristeza, depressão e melancolia

As emoções ligadas ao pulmão são a tristeza, a melancolia, a angústia e as tensões muito prolongadas. Aqui poderíamos incluir as depressões, mas aí o comprometimento energético é também do fígado. De uma forma mais genérica, poderíamos dizer que o pulmão é afetado pelas perdas afetivas, como os relacionamentos terminados ou a perda de entes queridos.

A pele e o pulmão

Uma relação muito importante é a da pele com o pulmão, fato que também é observado pelos colegas alopatas. É bastante comum a evolução de um eczema para asma ou bronquite, e também o contrário, a asma ou bronquite quando tratadas por métodos naturais tendem a se resolver através de eliminações pela pele como um eczema ou uma dermatite. Em alguns casos o tratamento de uma lesão de pele, feito de forma a suprimir a lesão, pode gerar como consequência patologias, que vão desde uma simples rinite até asmas ou pneumonias de repetição.

Portanto, toda a atenção com os tratamentos das alergias, dos eczemas, das dermatites, porque se forem tratados adequadamente, podem levar a manifestações no pulmão e o observador menos avisado, poderá pensar que são manifestações independentes, quando são na realidade a mesma doença em fases diferentes.

Transpiração espontânea

Ainda na pele temos a transpiração, que é controlada pelo pulmão através da abertura e fechamento dos poros. Num quadro de diminuição da energia do pulmão podemos observar com frequência a ocorrência de transpiração espontânea abundante, inclusive durante o sono. Nestes casos, a energia está tão fraca que não consegue fechar os poros.

 

O intestino grosso está ligado ao pulmão

Outra estrutura regida pelo pulmão é o intestino grosso que, junto com a pele, funciona como órgão de eliminação, como nos quadros catarrais onde há eliminação de muco juntamente com as fezes. Por outro lado, também temos as alergias alimentares que tem seu início nos intestinos e depois se manifestam na pele, podendo chegar a invadir o pulmão propriamente. Podemos também citar a intolerância à lactose, que também tem manifestações a nível intestinal e pulmonar. Temos as constipações intestinais que podem ser por falta de líquidos, fibras, por excesso de calor, por excesso de umidade, por diminuição da energia total, por diminuição da energia do pulmão, e várias outras etiologias, assim sendo não é só tomando água e comendo frutas e verduras ou fibras em geral que vamos regularizar o funcionamento do intestino.

Problemas na pele

Outra função comandada pelo pulmão é a produção de líquidos orgânicos. Esta função em primeira instância, pareceria ser do rim, mas é do pulmão. Esta produção se dá basicamente pela respiração celular, onde vamos ter, como produtos finais, gás carbônico e água. Esta água, pode ser chamada de endógena, para diferenciar da água que consumimos via oral, ou em outros alimentos. Uma disfunção neste processo de difusão da água, vai levar a formação dos edemas (inchaços) nas partes altas do corpo, como no rosto, nas pálpebras, diferente dos edemas inferiores que estão ligados à energia do rim. Assim, resumindo, a água endógena é formada pelo pulmão e encaminhada ao rim, seguindo o mesmo caminho da energia yang captada pela respiração.

Palidez excessiva

Uma forma fácil de reconhecer alguém com desarmonia da energia do pulmão, é pela cor extremamente branca do rosto (palidez). Para finalizar, o sabor que tonifica o pulmão é o picante, sempre em pequena quantidade, senão pode produzir calor e lesar o organismo.

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar”.

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

 

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

 

 

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2016
Leia Mais
acupuntura dor costas

Acupuntura e dor nas costas, saiba como os rins estão envolvidos

A acupuntura nos ensina que as dores nas costas, principalmente as lombalgias, podem ser associadas à energia dos rins, entenda como.

acupuntura dor nas costas
acupuntura dor nas costas

O rim, o nosso gerador de energia

Segundo a MTC (Medicina Tradicional Chinesa), o rim é o nosso gerador de energia. Toda nossa energia Yin e Yang dependem da energia do rim. Modernamente poderíamos dize que nossos rins se comportam como duas baterias, que armazenam nossa energia vital.

Os 2 tipos básicos de energia

Assim como o fígado é o responsável pela circulação da nossa energia, o rim é responsável pelo armazenamento desta energia e pela nossa reprodução. Como já foi dito, temos dois tipos de energia, uma adquirida, pela alimentação e pela respiração, e outra inata ou ancestral, que não é renovável e está armazenada nos rins.

Medo, insegurança e timidez

O rim, ao contrário do fígado, não sofre tanto com as nossas emoções. Ele tem, porém, emoções que estão a ele associadas, tais como o medo, a insegurança, a timidez, o autoritarismo. Se estas emoções forem prolongadas por muito tempo, ou muito intensas, podem levar a alterações da energia do rim.

Porque algumas crianças demoram mais para controlar o xixi

A energia do rim amadurece entre os 7 a 8 anos de idade, por isso, até esta idade, é possível que a criança ainda não tenha o controle da urina e no plano emocional ainda existam os medos infantis. A partir daí a energia do rim vai aumentando até chegar à sua plenitude por volta dos 30 a 35 anos, quando se inicia o processo de envelhecimento, energeticamente falando. De forma geral, podemos dizer que se uma pessoa aparenta menos idade do que tem, está com a energia do rim preservada, se for o contrário pode significar duas coisas: ou tem energia ancestral insuficiente ou gastou muito a energia do rim. Em resumo, o rim é responsável por toda a nossa estrutura física e sua conservação.

Energia dos rins

O rim rege energeticamente várias estruturas, a saber, os ossos, a medula óssea, as articulações pequenas das mãos e dos pés, os tornozelos, os ombros junto com o fígado, o ouvido interno e a audição, os cabelos, as adrenais, os orifícios inferiores (uretra e ânus) e a estrutura física do cérebro.

Os ossos e o rim

Sabendo destas correlações, podemos compreender o porquê de algumas doenças estarem associadas à energia do rim. Praticamente, todas as doenças dos ossos estão de certa forma associadas com a diminuição da energia do rim. Normalmente se instalam junto com o processo de envelhecimento. Estão neste grupo a Osteoartrite e a osteoporose, que normalmente vem acompanhadas de outras doenças, em função do desgaste da energia dos outros órgãos, e aí teremos associados a hipertensão, o diabetes tipo II entre outras.

Queda de cabelo e cabelo branco

O cabelo também é uma estrutura gerada pelo rim, e pela sua observação podemos avaliar como está energeticamente o rim da pessoa. A queda ou branqueamento precoce é um sinal de desgaste acentuado da energia que pode ser tratado, desde que seja no início do processo. O mesmo vale para as quedas periódicas que ocorrem em algumas pessoas, principalmente as mulheres, como no pós-parto. Estas quedas também coincidem com momentos de maior desgaste físico e ou emocional e também devem ser tratados para prevenir um quadro irreversível.

O rim controla o ouvido e a audição

Outra função que também é regida pelo rim é a audição, juntamente com o ouvido médio. Temos duas patologias que são comuns: a otite e a hipoacusia (surdez). As otites ocorrem mais em crianças e são devidas a uma imaturidade energética do rim associada a fatores externos como vento frio e umidade e calor, e por isso são mais comuns em crianças. Tendem a desaparecer a partir dos 7-8 anos de idade, quando o rim atinge sua maturidade energética.

O vovô está ouvindo menos?

A hipoacusia, que é a diminuição da audição, costuma ocorrer nas pessoas de mais idade e tem sua origem na diminuição fisiológica da energia do rim. Portanto, a surdez do idoso não deve ser tratada apenas pela medicina natural, precisando dos recursos tecnológicos da medicina convencional.

Por que mulheres mais velhas têm dificuldade para engravidar?

A energia do rim, juntamente com a do fígado, rege o processo de gestação, do momento que vai da fecundação até a nidação na parede uterina, daí para frente atua também o baço-pâncreas. De forma geral, pode-se dizer que a esterilidade e infertilidade estão energeticamente associadas a estes três órgãos. Assim como a impotência e a frigidez, do ponto de vista energético, também estão ligadas ao fígado e rim.

A bexiga

A víscera acoplada ao rim é a bexiga e, diferentemente da vesícula biliar, não possui particularidades quanto aos aspectos emocionais, seguindo as mesmas características do rim, como medo e insegurança.

Nossa energia vital determina o ritmo do nosso envelhecimento

A nossa vitalidade de modo geral depende do quão forte é a nossa energia do rim, pois todo o processo de envelhecimento é comandado basicamente pelos rins; assim sendo, para se ter um envelhecimento saudável e com boa qualidade de vida devemos cuidar para que o desgaste da energia do rim seja lento e gradual.

A medicina atual nos mostra que o stress produz um desgaste das glândulas adrenais, que estão sobre os rins, pois elas têm que produzir muito cortisol. Os chineses antigos não sabiam das adrenais, e atribuíam este desgaste aos rins, como se vê eles tinham toda razão.

Preserve sua energia do rim e tenha mais saúde

Assim como as emoções provocam o desgaste da energia do fígado, o excesso de trabalho (stress) provoca a diminuição da energia do rim. A primeira coisa, então, a fazer para equilibrarmos o rim é arranjar um pouco mais de tempo para descansar, não fazer nada. Assim, você poderá ter um rendimento maior no seu trabalho. Outra coisa é evitar o frio e as coisas frias e os gelados, porque eles lesam o rim, mas, de vez em quando, você pode e deve tomar ou comer algo gelado. Um sinal de alerta para a energia do rim é o desejo exagerado de sal ou comidas salgadas. Vale a regra, o pouco tonifica, o excesso lesa. E, por fim, já antecipando um pouco, se o rim estiver fraco devemos comer muitas raízes, de preferência cozidas, ou em sopas, o que é melhor ainda.

 

Texto extraído do livro “Mudança de Hábito Alimentar”.

 

Dr. Fabio Pisani

 

** Consultas nas áreas de Ortomolecular e Acupuntura são apenas particulares**

 

Site: www.fabiopisani.med.br

 

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa

Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990

Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 

CRM 43711

R Dr. Vieira Bueno, 142, Cambuí

Campinas, SP, CEP 13024-040

Fones: (19) 3254-4012 e 3254-0747

E-mail: drfabiopisani@gmail.com

 

Para seguir e curtir, clique abaixo
Dr Fabio Pisani, 2016
Leia Mais