Hormônios Bioidênticos na menopausa, vale a pena usar?

hormônios bioidênticos menopausa
hormônios bioidênticos menopausa

Por mais de 30 anos, os médicos convenceram as mulheres a fazerem uso de substancias que agem como “imitadores” dos hormônios que faltam no período do climatério e que essa pratica seria considerada benéfica. Só que não!!

Eles incentivaram a todas para que usassem as drogas prescritas normalmente para prevenirem osteoporose e doenças cardíacas, assim como retardar processo do envelhecimento. O problema maior é que recomendaram as substancias ERRADAS.

A Medicina clássica recomendou o uso das substancias erradas durante 30 anos. Os hormônios mais comumente prescritos foram o Premarin e o Provera. Ambos são versões sintéticas dos estrógenos e da progesterona. Premarin é um conjunto de estrógenos retirado da urina de éguas grávidas. Isto mesmo. O estrógeno mais prescrito sempre foi de éguas grávidas!

Provera é uma versão sintética da progesterona. Comprovou-se que aumenta os riscos de câncer de mama (surpreendentemente 800% a mais), coágulos sanguíneos, enfraquecimento dos ossos (osteoporose), problemas pulmonares e muitos outros efeitos adversos.

É difícil entender que, infelizmente, essas substancias ainda são regularmente prescritas nos dias de hoje.

Se envelhecemos e temos uma queda gradual da produção dos nossos hormônios, por que não aceitar que a melhor maneira de reposição deles é sob a forma BIO-IDÊNTICA, isto é, aqueles que são QUIMICAMENTE idênticos aos que o organismo da mulher produz.

Quando chegar o dia de se poder adquirir hormônios bio-idênticos nas drogarias, os sintéticos tão intensamente prescritos, sairão do mercado, sem duvida.

Entretanto, isso não acontecerá, pelo menos tão cedo.Sabe por que? A industria de medicamentos somente quer comercializar substancias que são patenteáveis porque, desta forma, elas detêm os direitos sobre o que produzem e auferem cada vez mais lucros. Os BIO-IDÊNTICOS não são patenteados porque são BIOLÓGICOS, isto é, IDÊNTICOS aos que a mulher fabrica e, desta forma, não pode haver domínio exclusivo de um único proprietário.

Então, o que fazer? Se for necessário utilizar uma reposição hormonal, a minha sugestão é a de se fazer uso da forma BIO-IDÊNTICA que, mesmo que os órgãos oficiais não queiram saber deles, estão disponíveis desde que prescritos por médicos habilitados para o seu uso.

Medicina Ortomolecular I Acupuntura Médica I Fitoterapia Chinesa Título pela AMHB de especialização em Homeopatia em 1990 Título pelo CBA de especialização em Acupuntura em 1993 CRM 43711

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe uma resposta

wpDiscuz