Dominância Estrogênica Entenda a Relação Com Excesso de Peso

A dominância estrogênica acontece quando temos um aumento da proporção de do estradiol em relação à progesterona, que pode acontecer por vários motivos.

Como há muito tempo já se sabe que os fatores que determinam o excesso de peso são muito mais complexos do que uma simples conta de somar e subtrair calorias.

dominância estrogênica,

Papel dos Hormônios no Metabolismo

Atualmente sabemos que a forma como metabolizamos as calorias é mais importante que a ingesta calórica propriamente.

Dentre os fatores que influenciam esta forma de utilizar as calorias, estão os hormônios, os mais sabidamente envolvidos neste processo são: os hormônios da tireoide T4 e T3, os do pâncreas, a insulina e o glucagon, o cortisol da suprarrenal e os hormônios sexuais, os estrógenos, a progesterona e a testosterona.

Depois dos 30 anos o Peso Aumenta

Todos já percebemos que por volta dos 30 e poucos anos, “do nada”, o nosso peso começa a aumentar discretamente e quando tentemos emagrecer, a cada ano é mais difícil, não é?

O que os estudos mais recentes estão mostrando, é que um dos fatores envolvidos neste tipo de ganho de peso é a “dominância estrogênica”, mas que bicho é este?

Embora o efeito seja o mesmo no homem e na mulher, as explicações são diferentes, pois nossos metabolismos são muito diferentes.

Em Mulheres Queda da Progesterona Causa Dominância Estrogênica

A medida que as mulheres se aproximam da menopausa, começam a declinar os estrógenos, a progesterona e a testosterona.

Dentre estes hormônios, a progesterona é que diminui mais rapidamente, e então a proporção equilibrada entre progesterona e estradiol fica afetada, passando os estrógenos a dominarem, daí o termo dominância estrogênica.

Esta desproporção aliada a uma diminuição dos níveis de testosterona, que já são menores nas mulheres, leva a uma diminuição da massa muscular e consequente desaceleração do metabolismo e aumento do peso.

Mas nada de pânico, não é simples, mas tem tratamento.

Nos Homens a Testosterona Diminui e o Estradiol Aumenta

Nos homens, a história é um pouco diferente. Todos nós já vimos que alguns homens acima do peso além da barriga, começam a desenvolver “seios”, você deve estar rindo, mas é verdade, é só observar.

Da mesma forma como as mulheres tem um pouquinho da nossa testosterona, nós também temos um pouquinho de hormônios femininos, estrógenos e progesterona.

E também a medida que envelhecemos e a nossa testosterona começa a declinar, a proporção entre testosterona e estradiol, que é um dos estrógenos, fica desequilibrada.

Mas o  caminho mais importante nos homens é a conversão de parte da testosterona em estradiol que acontece por aumento de uma enzima chamada aromatase, que é abundante no tecido gorduroso.

Estes dois caminhos levam à dominância estrogênica! Que no caso dos homens além de aumentar a barriga, pode nos dar um belo par de “seios”.

Mas fiquem calmos, que também da para tratar, mas é muito melhor prevenir!

Xenoestrógenos, Parecem Hormônios Mas Não São

Como se isso não bastasse, para piorar a situação nas últimas décadas temos tido um aumento espetacular substancias chamadas de xenoestrógenos, xeno o que?

São substancias que uma vez dentro do nosso corpo, comportam-se como estrógenos. Eles podem ser hormônios sintéticos, fito hormônios ou  substâncias derivadas de plásticos, entre outros.

Se você toma café ou qualquer líquido quente em recipiente plástico, pare de fazê-lo, pois isso libera uma sustância chamada dioxina, que se comporta como um estrógeno.

Na realidade estamos vivendo num mundo estrogeinizado!

**Apenas a especialidade de Homeopatia é atendida através da Unimed, nas demais áreas, os atendimentos são apenas particulares.

Formação e Pós-Graduação Médico formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp em 1981 Pós-Graduação em Homeopatia, pela Associação Médica Homeopática do Paraná Título de especialização em Homeopatia pela Associação Médica Brasileira de Homeopatia (AMHB) em 1990. RQE: 69860 Pós-Graduação em Acupuntura pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp) Título de especialização em Acupuntura pelo Colégio Brasileiro de Acupuntura (CBA) em 1993. RQE: 69859 Livros Publicados “Mudança de Hábito Alimentar”, publicado em 1995, atualmente na 4ª edição “Emagrecer, porque só fechar a boca não resolve”, primeira edição em 2014. Áreas de Atuação Sócio proprietário da Clínica Salutaris, que foi criada na cidade de Campinas, SP em 1985. A nossa atuação se dá nas áreas, Homeopatia, Acupuntura e Medicina Ortomolecular. A proposta do meu trabalho, é através de um tratamento personalizado, considerando a individualidade de cada pessoa, não apenas tratar doenças, principalmente preveni-las. A busca pelo equilíbrio bioquímico e energético, é o melhor caminho para atingirmos um nível ótimo de saúde, e com isso ampliarmos ao máximo nosso período de vida saudável e encurtarmos o nosso tempo de doença. Este objetivo pode ser atingido através de várias estratégias, que vão da mudança de estilo de vida, de hábitos alimentares, eliminação de toxinas que nos fazem adoecer, chegando a suplementação de vitaminas, minerais, nutracêuticos e fitonutrientes. Terapias como Homeopatia e Acupuntura são ótimas ferramentas que tratarmos desequilíbrios de ordem mental e emocional, e podem ser utilizadas quando necessárias. Mudanças no estilo de vida, como atividade. Por fim, a proposta do nosso é tratar o paciente de uma forma individualizada, e o mais completa.

Deixe uma resposta