Frutose Conheça Este Doce Vilão Que Adoça Sua Vida

frutose

A frutose, também conhecida como Levulose é o açúcar presente nas frutas, acredito que isso não é novidade para ninguém.

O que poucos sabem é o impacto da frutose na obesidade/sobrepeso, fato que vem chamando a atenção de médicos e pesquisadores ultimamente.

Além das frutas a frutose pode ser obtida a partir da quebra do açúcar da cana (sacarose), que vai produzir uma glicose e uma levulose, ou a partir do xarope de milho rico em frutose, largamente utilizado pela indústria alimentícia.

É aí que mora o perigo!

Quer Emagrecer, Pare de Tomar Sucos Industrializados

Antes de continuar, quero deixar bem claro que nenhuma pessoa que queira emagrecer deve deixar de consumir frutas!

Nas frutas a frutose está presente junto com minerais, vitaminas e fibras, e o seu consumo adequado é muito saudável.

Portanto elas podem e devem ser consumidas durante o processo de emagrecimento, mas determinando-se a quantidade e frequência de acordo com seus índices e carga glicêmicas.

HFCS (Xarope de Milho com Alta Concentração de Frutose) 

O nosso grande problema com a levulose está na sua utilização pela indústria alimentícia.

Como o HFCS tem sabor muito doce (cerca de 70% mais doce do que a sacarose) e seu custo de produção é muito mais baixo, as alimentícias vem aumentando cada vez mais seu uso em detrimento da sacarose.

Só para termos uma ideia, há poucos anos atrás nosso consumo diário de levulose era em torno de 20 gramas por dia, basicamente provindo das frutas. Atualmente está consumo está perto de 100 gramas por dia!

Esteatose Hepática e Frutose

A frutose é transformada em glicose no fígado por uma enzima chamada frutoquinase.

A glicose gerada desta forma só poderá ser usada pelo próprio fígado para gerar energia, ser convertida me glicogênio hepático ou transformada em triglicérides (gordura).

Quando os estoques de glicogênio hepáticos estiverem repletos estes ácidos graxos (triglicerídeos) poderão se depositar no próprio fígado, causando a esteatose hepática ou ir para circulação sanguínea e se depositar no tecido gorduroso causando ganho de peso. Então, frutose em excesso pode sim engordar!

Este caminho metabólico é muito diferente do que acontece com o outro açúcar, a glicose, que pode ser utilizado em quase qualquer parte do corpo.

A Frutose Inibe a Ação da Leptina

Um estudo recente demonstrou que a levulose pode gerar alterações no cérebro que nos levam a comer em excesso.

O estudo mostrou que ingestão excessiva de frutose pode levar a uma redução da leptina, hormônio que produz saciedade.

Isso ocorre porque a levulose consegue chegar até o hipotálamo (onde estão os centros da fome e da saciedade), produzindo alterações nos seus receptores de leptina.

Frutose, Disbiose Intestinal e Outras Doenças

Outra alteração importantíssima provocada pela frutose (quando em excesso) é a disbiose intestinal, que também é agravada pelo consumo excessivo de carboidratos refinados entre outros.

A disbiose intestinal sabemos hoje, está associada a um grande número de patologias como alergias, asma, otites e amigdalites de repetição, rinite, bronquite, autismo, TDAH, candidíase entre várias outras.

Por fim, a ideia de escrever este artigo foi para alertar para os riscos que corremos quando consumimos produtos alimentícios industrializados, que atualmente recebem grandes quantidades de xarope de milho rico em frutose.

Novamente friso que a levulose presente nas frutas não causa estas alterações, portanto podemos e devemos utilizar as frutas na nossa dieta!

**Apenas a especialidade de Homeopatia é atendida através da Unimed, nas demais áreas, os atendimentos são apenas particulares.

Formação e Pós-Graduação Médico formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp em 1981 Pós-Graduação em Homeopatia, pela Associação Médica Homeopática do Paraná Título de especialização em Homeopatia pela Associação Médica Brasileira de Homeopatia (AMHB) em 1990. RQE: 69860 Pós-Graduação em Acupuntura pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp) Título de especialização em Acupuntura pelo Colégio Brasileiro de Acupuntura (CBA) em 1993. RQE: 69859 Livros Publicados “Mudança de Hábito Alimentar”, publicado em 1995, atualmente na 4ª edição “Emagrecer, porque só fechar a boca não resolve”, primeira edição em 2014. Áreas de Atuação Sócio proprietário da Clínica Salutaris, que foi criada na cidade de Campinas, SP em 1985. A nossa atuação se dá nas áreas, Homeopatia, Acupuntura e Medicina Ortomolecular. A proposta do meu trabalho, é através de um tratamento personalizado, considerando a individualidade de cada pessoa, não apenas tratar doenças, principalmente preveni-las. A busca pelo equilíbrio bioquímico e energético, é o melhor caminho para atingirmos um nível ótimo de saúde, e com isso ampliarmos ao máximo nosso período de vida saudável e encurtarmos o nosso tempo de doença. Este objetivo pode ser atingido através de várias estratégias, que vão da mudança de estilo de vida, de hábitos alimentares, eliminação de toxinas que nos fazem adoecer, chegando a suplementação de vitaminas, minerais, nutracêuticos e fitonutrientes. Terapias como Homeopatia e Acupuntura são ótimas ferramentas que tratarmos desequilíbrios de ordem mental e emocional, e podem ser utilizadas quando necessárias. Mudanças no estilo de vida, como atividade. Por fim, a proposta do nosso é tratar o paciente de uma forma individualizada, e o mais completa.

Deixe uma resposta