Medicina Personalizada 

Em 1956, o bioquímico americano Roger J Williams, desenvolveu o conceito de Individualidade Bioquímica, que nos diz que cada organismo humano é único, com necessidades e deficiências nutricionais únicas, metabolismo e desequilíbrios também únicos.

Este conceito mostra que a nossa relação com os Alimentos, com os Nutrientes (Vitaminas, Sais Minerais, Fitoterápicos, Nutracêuticos), com os Medicamentos Químicos, e com as Toxinas e Poluentes Ambientais, é muito individual, e depende em grande parte da nossa genética.

Nem todos precisamos dos mesmos Nutrientes nas mesmas doses. Mesmo quando se trata de Medicamentos Químicos, suas doses precisam obedecer a nossa Individualidade Bioquímica, pois nem todos precisam das mesmas doses.

A nossa individualidade bioquímica, está fortemente ligada à nossa bagagem genética. Na última década, a Nutrigenética, Nutrigenômica, Farmacogenética e Farmacogenônica tiveram grandes avanços, que estão impactando de forma importante tudo o que se sabia a respeito da interação dos alimentos e medicamentos com a nossa genética.

A personalização da prescrição de Alimentos, Suplementos e mesmo Medicamentos, num futuro próximo, deverá ser feita, baseada nos conceitos de Individualidade Genética e Bioquímica.

Atualmente já existem vários testes genéticos, que nos auxiliam a traçar estratégias cada vez mais personalizados e eficazes de tratamento.

Ver mais

ortomolecular, ortomolecular o que é, ortomolecular unimed, medicina ortomolecular, medico ortomolecular, terapia ortomolecular